Publicado em Notícias

Carta ao Sr. Prefeito Eduardo Paes.

O nosso colega biker, Wagner Fonseca, tomou a iniciativa de mandar uma carta ao Prefeito Eduardo Paes, no sentido de sensibilizá-lo para mais um desafio que visa tornar a nossa cidade ainda mais amiga da bicicleta. Ai está. Vamos seguir o exemplo:

Rio de Janeiro (RJ), 27 de Abril de 2011

Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
Gabinete do Prefeito – GBP
Rio de Janeiro (RJ)

Ao Excelentíssimo Prefeito Municipal
Sr. Eduardo Paes,

Transporte Urbano – Bicicleta – Estando radicado no Rio de Janeiro há mais de 40 anos, preocupo-me a cada dia que passa com o caos urbano que vêm se instalando nas ruas da nossa belíssima cidade, fruto do formidável aumento da frota de veículos motorizados, de uso particular ou público.

É evidente que as soluções passam por várias ações que devem se complementar e, dentre estas, gostaria de apresentar sugestões concernentes à utilização da bicicleta como meio de transporte adicional, aliado aos outros tipos de transporte urbano, elevando as opções de deslocamento dos cariocas em sua própria cidade.

Aliás, estudos internacionais demonstram que moradores, em deslocamentos não superiores a cinco quilômetros em torno de suas residências, dão preferência à utilização de bicicletas, cujo impacto poluidor é zero, limite territorial que pode ser expandido quando existe um mínimo e confiável sistema de integração entre os mais diversos tipos de transporte público (trens, metrô, ônibus e barcas).

Antes de entrar no ponto específico de nossas sugestões, frise-se que é sabido os limites de sua gestão perante alguns órgãos ou empresas citadas doravante, que não respondem diretamente ao controle da Prefeitura do Rio de Janeiro. Mas, em contrapartida e ao mesmo tempo, há que se considerar o peso administrativo e político de sua intervenção em qualquer situação a favor do contribuinte e cidadão carioca, em especial no tema “transporte”, hoje tão em voga nas mais diversas mídias local, nacional e internacional.

Feitas essas considerações preliminares, gostaria de citar a posição positiva das Barcas S.A. e do Metrô-Rio de Janeiro em permitir o transporte de bicicletas em suas áreas de atuação aos sábados, domingos e feriados, o que permite a integração dos moradores das cidades do Rio de Janeiro e Niterói, ampliando a mobilidade social, o lazer e auxiliando a desafogar o trânsito nos dias, horários e regiões atendidas pelos citados transportes públicos.

Mas Vossa Senhoria há que concordar que, para a turística Cidade do Rio de Janeiro, esse exemplo do metrô e das barcas é pouco! Pouco não, pouquíssimo! Em comparação com outras cidades do mesmo porte, ao redor do mundo civilizado, a Cidade do Rio de Janeiro chega a maltratar o cidadão que decide se deslocar utilizando a bicicleta e contribuindo para um trânsito menos tumultuado e muito menos poluído.
Esse cidadão, ao longo dos dias úteis, não tem o suporte de qualquer outro tipo de integração de transporte público, sendo-lhe negado o direito de se deslocar em distâncias diárias mais longas, de forma econômica, exceto se tudo for feito pelo seu próprio esforço físico pessoal. E isso não é justo!

Dessa forma, permito-me dirigir-lhe a palavra com algumas sugestões práticas e que podem modificar esse quadro injusto para o cidadão que se utiliza da bicicleta. É verdade que em algumas situações, serão necessários investimentos privados e públicos iniciais, mas nada que impeça a adoção do que será apresentado, mesmo porque sabemos que a viabilidade de tais medidas passa também pelo estudo da ampla relação “custo x benefício” nas intricadas dicotomias entre a responsabilidade pública e o interesse privado.

Abrindo a seqüência de sugestões, permito-me focar no transporte urbano de ônibus, que pode ser influenciado diretamente pela Prefeitura do Rio de Janeiro. Algumas cidades já adotaram o sistema de “bagageiro dianteiro para bicicletas” (vide exemplo em http://www.ridemcts.com/How-to-ride/Bikes-on-Buses/), acoplado na parte dianteira dos ônibus urbanos, que possibilitam o fácil transporte de duas bicicletas e facilitam a interação entre esses dois tipos de transporte. Tal aparelho que ocupa reduzido espaço, de fácil construção e manuseio, poderia ser instalado, para efeito de testes, nos ônibus coletivos de ao menos uma linha por empresa transportadora, o que significará no mínimo 30 roteiros distintos cobrindo a Cidade do Rio de Janeiro, de preferência interligados entre si, elevando as possibilidades de deslocamentos diários para aqueles que se utilizam da bicicleta para ir e voltar ao trabalho e/ou outras tarefas da vida diária.

Por outro lado e num primeiro momento, a Prefeitura Municipal poderia influenciar a empresa SUPERVIA a liberar o transporte de bicicletas nos trens, aos sábados, domingos e feriados, como já o fazem o metrô e as barcas, aumentando as possibilidades de deslocamento dos cariocas em seus dias mais dedicados ao lazer. Posteriormente, através de estudos, essas liberações poderiam ser estendidas para os dias úteis, em horários fora daqueles reconhecidos como “de pico”, de forma a aumentar a oferta de tráfego de bicicletas entre os bairros das zonas sul, centro e norte do Rio de Janeiro e algumas cidades-limítrofes atendidas, em especial, pelo sistema ferroviário.

Poder-se-ia, ainda, estimular as cooperativas de táxi para que ao menos 5% dos carros cooperados tivessem instalado o denominado “bagageiro de teto para transporte de bicicletas”, como mais uma medida para estimular a integração entre os mais diversos tipos de transporte público existentes na capital carioca.

Espero ter contribuído, com essas simples sugestões, para um Rio de Janeiro melhor.

Atenciosamente,

Wagner Fonseca Lima

Autor:

Carioca, Jornalista. MTB 25668/RJ - A idéia: "Um sistema eficaz de transporte contribui não somente à função econômica da cidade mas beneficia também a qualidade total de condições de vida de seus cidadãos."

3 comentários em “Carta ao Sr. Prefeito Eduardo Paes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s