Publicado em Notícias

Negligência na manutenção e você fica à pé.

Ciclista, poeta e músico entusiasta ele pedala pela Estrada do Rio Morto no Recreio dos Bandeirantes,  Zona Oeste no Rio a caminho de casa.

Com seu violão a tiracolo e com problemas na sua bicicleta -que está em estado muito precário-,   fazia sinal de carona para os caminhões.  Santos usa a bicicleta para se locomover na região. Morador da Estrada dos Bandeirantes, o ciclista confessa que negligenciou na manutenção da bicicleta, que estava com a roda livre quebrada.  Parei para dar uma assistência, mas sem chance para este caso.  A Estrada do Rio Morto tem cerca de 5 kilometros de extensão e ele vai ter que cumprir a distância a pé, se não conseguir uma carona de algum caminhoneiro.

É isto, para não ficar na mão, mantenha sua bicicleta em bom estado. Retribua os benefícios que ela dá com um bom valor em suas peças.

Autor:

Carioca, Jornalista. MTB 25668/RJ - A idéia: "Um sistema eficaz de transporte contribui não somente à função econômica da cidade mas beneficia também a qualidade total de condições de vida de seus cidadãos."

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s